Dados locais

População estimada 2013 31.745
População 2010 28.300
Área da unidade territorial (km²) 170,281
Densidade demográfica (hab/km²) 166,20
Código do Município 3521002
Gentílico iperoense
Prefeito VANDERLEI POLIZELI

 

Síntese das Informações
Área da unidade territorial 170,281 km²
Estabelecimentos de Saúde SUS 7 estabelecimentos
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal – 2010 (IDHM 2010) 0,719
Matrícula – Ensino fundamental – 2012 4.052 matrículas
Matrícula – Ensino médio – 2012 1.091 matrículas
Número de unidades locais 642 unidades
Pessoal ocupado total 8.074 pessoas
PIB per capita a preços correntes – 2010 15.574,89 reais
População residente 28.300 pessoas
População residente – Homens 15.209 pessoas
População residente – Mulheres 13.091 pessoas
População residente alfabetizada 24.301 pessoas
População residente que frequentava creche ou escola 7.610 pessoas
População residente, religião católica apostólica romana 14.073 pessoas
População residente, religião espírita 255 pessoas
População residente, religião evangélicas 8.826 pessoas
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes – Rural 375,00 reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes – Urbana 533,33 reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio – Rural 1.399,99 reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio – Urbana 2.170,73 reais


HISTÓRICO

A colonização da região remota ao século XVII, com o movimento dos bandeirantes, na caça de índios, quando se fixaram com suas famílias em sítios e fazendas.

Em 1919, antes mesmo da fundação da cidade, os sitiantes denominaram o lugar de ” Esplanada”, dentro das terras de Araçoiaba da Serra.

A Estrada de Ferro Sorocabana, atual FEPASA, iniciou em 1927, os serviços de terraplanagem na região, para a ampliação de sua rede ferroviária, tendo Inaugurado, em 1929, uma estação com o nome de Santo Antônio da Sorocabana.

A estação ferroviária promoveu o surgimento da Vila de Santo Antônio, com o primeiro loteamento feito por Drª.Rita da Mota, ainda em 1929, que reservou um lote para construção da capela de Santa Rita e de uma escola, a de Jundiacanga.

A Vila foi elevada `a categoria de Distrito, pertencente a Boituva, pelo Decreto-lei n.º 14334, de 30 de novembro de 1944. Passou a denominar-se, em 1950 ” Iperó” ( nome do rio nos limites da cidade), porque uma comissão Geográfica de Estado havia constatado outra cidade de nome Santa Antônio. Iperó, de origem indígena, significa ” águas profundas e revoltas”.

GENTÍLICO: IPEROENSE

 

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Iperó, por Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, Distrito de Iperó com terras desmembradas dos Distritos das sedes dos Municípios de Boituva e Araçoiaba da Serra.

No quadro fixado, pelo referido Decreto-lei, para vigorar em 1945-1948, o Distrito de Iperó figura no Município de Boituva, assim como nos quadros fixados pelas Leis Estaduais nos 233, de 24-XII-1948 e 2456, de 30-XII-1953 para vigorar, respectivamente, nos períodos 1949-1953 e 1954-1958.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Iperó, por Lei Estadual nº 8092, de 28 de fevereiro de 1964, desmembrado de Boituva e Araçoiaba da Serra. Constituído de 2 Distritos: Iperó e Bacaetava. Sua instalação verificou-se no dia 21 de março de 1965.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 2 Distritos: Iperó e Bacaetava.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte: IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Fechar